26 de maio – ONLINE E PRESENCIAL  

 

PAINEL 01 - 08h30 – 09h30 

Cenários para o saneamento até 2025 

  • O papel e os planos do Ministério do Desenvolvimento Regional 

 

Palestrante:  

Rogério Marinho, Ministro do Desenvolvimento Regional *

Deputado Federal Eugenio José Zuliani *

  • Visão dos especialistas 

Palestrantes:

Gesner Oliveira, Sócio da GO Associados

Cláudio Frischtak, Presidente da Inter. B *

______________________

 

PAINEL 02 - 09h30 – 10h30 

Atratividade de Investimentos no Setor:

As perspectivas das empresas de Capital aberto listada na B3, novos grandes Players e a opinião de Private Equities e Bancos de Investimentos sobre o setor e suas empresas. 

 

• Qual o posicionamento e estratégias dos grandes fundos para o setor? Principais Riscos? Quais empresas eles veem como mais preparadas para assumir um protagonismo no setor e dar melhor retorno financeiro aos acionistas? 

 

COMPANHIAS PÚBLICAS 

• Qual a visão estratégica de mercado para os próximos 5 anos da empresa? Qual os upsides que os analistas não estão vendo nas ações de cada Companhia? Como elas pretendem se tornar agentes relevantes no novo setor que está se desenvolvendo, a partir da aprovação do Novo Marco Legal? 

Palestrantes:  

Benedito Braga, Diretor-Presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – SABESP*

Carlos Eduardo de Castro, Diretor-Presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA

COMPANHIAS PRIVADAS 

• O que esperar das empresas com o Novo Marco Legal? Qual a estratégia para ganhar mercado e se estruturar dentro de uma perspectiva de maior competitividade no setor? 

Palestrantes: 

Rogério de Paula Tavares, Diretor Vice-Presidente de Relações Institucionais da Aegea Saneamento *

PRIVATE EQUITY (BANCOS DE INVESTIMENTOS E OUTRAS CASAS)  

Palestrantes: 

Otávio Castello Branco, Sócio do Pátria Investimentos *

Augusto Miranda, Diretor Presidente da Equatorial Energia *

Thomas Skinner, Vice-presidente Sênior – Macquarie * 

 

Entrevistador: 

______________________ 

PAINEL 03 - 10h30 – 12h30 

 

O novo Marco do Saneamento, explicado e detalhado: 

  • Qual o seu impacto nas operações vigentes e como ele induzirá a construção de um novo modelo para o saneamento no Brasil? 

  • Quais as principais questões trazidas com os decretos regulamentadores e qual a expectativa para a regulação da ANA para temas essenciais? 

  • Como o mercado, agências e governos devem se preparar para atender a nova legislação e a nova regulação do saneamento? 

 

10h30 – 11h30 

Polêmica 01 - Metas de universalização e indicadores de desempenho: O que já está definido e quais as perspectivas para a sua regulação?  

 

Contratos vigentes poderão ser mantidos desde que as empresas comprovem sua capacidade econômico-financeira para cumprir as metas de universalização definidas no Marco. Quais as exigências que precisarão ser atendidas para essa demonstração? Quais as metas e indicadores estabelecidos na legislação e como se dará o monitoramento pelos titulares e agências responsáveis? Quais os desafios inerentes à adaptação dos atuais contratos para a incorporação das metas e indicadores exigidos? Quais as consequências do seu não atendimento prelos atuais operadores? 

 

Palestrantes: 

Gabriel Fiuza, Secretário Adjunto de Desenvolvimento da Infraestrutura - Ministério da Economia

Pedro Ronald Maranhão, Secretário Nacional de Saneamento – MDR

Vitor Saback, Diretor Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA 

Fernando Vernalha, Vernalha Pereira Advogados 

 

Moderador: 

______________________

 

11h30 – 12h30 

Polêmica 02 – Regionalização do saneamento: 

 

Como municípios e estados poderão promover arranjos em prol da regionalização do saneamento? Quais os principais desafios da regionalização em operações sob estruturação e em futuras concessões? Quais os principais balizamentos trazidos pela lei?

 

Palestrantes: 

Fernando Marcato, Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais

Guilherme Albuquerque, Chefe de Departamento - Área de Estruturação de Parcerias de Investimentos do BNDES *

Glademir Aroldi, Presidente Confederação Nacional dos Prefeitos - CNM *

Leonardo Moreira, Azevedo Sette Advogado

Gilberto Perre, Secretário Executivo na Frente Nacional de Prefeitos - FNP*

Percy Soares Neto, Diretor Executivo – ABCON/SINDCON – Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto

 

Moderador:

Bernardo Strobel, Sócio Strobel Guimarães

______________________

 

12:30 – 14:00 

INÉDITO E EXCLUSIVO! 

Cara a cara com os 6 especialistas – Tire suas dúvidas e interaja 1 to 1 

Agendamentos individuais de 10 minutos - perguntas enviadas previamente 

 

______________________

 

 

 14:00 – 18:00 

ESTUDOS DE CASOS 

Análise crítica e profunda dos leilões já realizados ou em vias de acontecer  

O que será analisado em cada caso: 

  • Aspectos do projeto (Modelagem e estruturação) 

  • Desafios de implantação 

  • Legados para futuros projetos 

Visão da localidade concedente, do atual operador, do futuro operador e do regulador 

 

14:00 – 15:00 

CASO 01 

CASAL - Companhia de Saneamento de Alagoas  

Serão apresentadas as premissas econômicas do Estado para os estudos de viabilidade econômica e estudos técnicos/operacionais, que levaram a este diferente arranjo de privatização apenas da parte da rede de distribuição do saneamento, deixando a captação e tratamento ainda a cargo da Companhia Estadual. Os benefícios desta decisão frente aos modelos de privatização tradicionais que concedem a totalidade do sistema a iniciativa privada. E o que levou a grande atratividade do projeto e o diferencial do ponto de vista do privado que alavancou o valor do ativo. 

 

Participantes: 

George Santoro, Secretário da Fazenda do Estado de Alagoas 

15h00 – 16h00 

CASO 02 

CEDAE – Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro  

 

O maior caso da infraestrutura brasileira. Entenda como o principal caso do saneamento foi estruturado e modelado e como influenciará a construção do modelo para a operação do serviço no Brasil. Quais as lições positivas que ficam deste caso para estados e municípios que pretendem organizar prestações regionalizadas para o saneamento? 

Participantes: 

Guilherme Mendonça, Gerente no Departamento de Estruturação de Parcerias de Investimentos do BNDES *

Nicola Miccione, Secretário de Estado da Casa Civil do Estado do Rio de Janeiro *

Flávio Amaral Garcia, Procurador do Estado do Rio de Janeiro. 

Moderador: 

16h00 – 17h00 

CASO 03 

SANESUL - Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul. 

Um dos importantes arranjos de parceria público-privada estruturada por uma companhia estadual. As PPPs continuarão a ser uma via para que companhias estaduais operem o serviço e persigam a implementação das metas de universalização? Entenda quais foram, no contexto deste projeto, as principais interfaces entre a PPP e os contratos de programa, suas matrizes de riscos, metas, indicadores de desempenho e sistema remuneratório. 

Participantes: 

Walter Carneiro Júnior, Presidente da SANESUL

Carlo Fabrizio, Procurador do Estado do Mato Grosso do Sul

Rogério de Paula Tavares, Diretor Vice-Presidente de Relações Institucionais da Aegea Saneamento

 

Moderador: 

 

 

Encerramento 

* Palestrante convidado, aguardando a confirmação da participação

______________________

 

27/05 – WORKSHOPS 

 

Formato:

 

Conhecimento e experiência com uso de casos práticos para potencializar o entendimento e visualizar decisões e suas consequências. 45 minutos de apresentações e 45 minutos exclusivos para debate e interação com a audiência. 

 

Foco em temas de gestão para visualizarmos como será a atuação tática das áreas suporte com o novo Marco Regulatório. 

 

______________________

 

09h00 – 10h30 

 

Workshop 01 

Contabilidade Regulatória  

O que será ensinado e debatido: 

  • Contexto e porque a contabilidade regulatória é importante em setores regulados 

  • Como desenvolver e auxiliar na implementação da contabilidade regulatória numa empresa (experiência de regulador) 

  • Experiências e casos de sucesso em contabilidade regulatória (experiência de empresa) 

 

Participantes:  

André Pires de Oliveira Dias, Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Companhia AEGEA *

Carlos Eduardo de Oliveira, Gerente CPFL * 

Samuel Alves Barbi Costa, Gerente de Informações Econômicas na ARSAE-MG * 

Aderbal Hoppe, Partner at TATICCA ALLINIAL GLOBAL *

Diogo Ribeiro Lopes, Coordenador | Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira – ANEEL *

 

Moderador:

 

Leandro Ferreira, LMDM Consultoria 

 

______________________

10h30 – 12h00 

Workshop 02 

Gestão de Ativos  

O que será ensinado e debatido:

 

  • Contexto e importância de gestão de ativos em empresas reguladas 

  • Gestão estratégica de ativos e da base de remuneração como um meio para buscar maior eficiência operacional e econômica 

  • Como organizar o trabalho de gestão de ativos e as diversas interfaces que a envolvem dentro de uma concessionária atuante em indústria de rede 

  • Experiências e casos de sucesso em na implementação de programa e processos de gestão de ativos (experiência de empresa) 

 

Participantes:  

Leandro Rigamontte, Diretor de Contabilidade e Gestão de Ativos na EDP Brasil * 

Wagner Oliveira de Carvalho, Sênior Project Manager – AEGEA *

Luiz Antônio de Oliveira Junior, Superintendente de Fiscalização Econômico-Financeira e Contábil na ARSESP*

 

Moderador:

 

Leandro Domaredzky, LMDM Consultoria

 

______________________

 

 

13:00 – 14:30 

Workshop 03 

Jurídico 

O que será ensinado e debatido:  

 

  • Prorrogação dos Contratos de Programa 

  • Impacto do novo marco legal sobre operações de PPP 

  • Arcabouço jurídico para a construção da prestação regionalizada 

  • Modelagem de concessões para serviços de água e esgotamento sanitário 

 

Participantes:  

Angelia Petian, Vernalha Pereira Advogados *

Fernando Vernalha, Vernalha Pereira Advogados

 

 

______________________

 

14h30 – 16h00 

Workshop 04 

Modelo ideal de fiscalização econômico-financeiro: olhar do regulador e do regulado

 

O que será ensinado e debatido: 

  • Qual a importância do processo fiscalizatório em empresas reguladas 

  • Histórico e experiência de amadurecimento das ferramentas e do processo de fiscalização em agências reguladoras referenciais  

  • Experiências no amadurecimento das ferramentas e do processo de fiscalização em empresas reguladas e referência 

 

Participantes:  

Antônio Carlos Ferreira Gomes, Gerente Executivo Neoenergia *

Ziumar Nazareno Rodrigues, Especialista Regulação SFF ANEEL

Cassio Leandro Cossenzo, Superintendência de Estudos Econômicos e Fiscalização Financeira – ADASA

 

Moderador:

 

LMDM Consultoria 

 

______________________

 

 

16h00 – 17h30 

Workshop 05 

Eficiência Energética e Gestão de Perdas 

Participantes:  

Eric Carozzi, Superintende de Desenvolvimento Operacional na Sabesp *

Diego Furlan Franceschette, Engenheiro Eletricista – CASAN *

Thiago Ferreira V. Oliveira, Gerente de Energia Elétrica – EMBASA  

 

Moderador:

 

Carlos Lebelein, LMDM Consultoria 

 

Encerramento

* Palestrante convidado, aguardando a confirmação da participação

LMDM.png
LOGO-HIRIA-BRANCO.png

REALIZAÇÃO:

B3.png

CORREALIZAÇÃO:

© 2012.2021 - HIRIA A NUERNBERGMESSE BRASIL BUSINESS CONGRESSOS E EVENTOS LTDA. - CNPJ 36.624.014/0001-23